Meio ambiente
Oficina

Livro-reportagem e Amazônia Centro do Mundo

Um papo sobre livros-reportagem (nuances de pautas, mercado editorial, importância desses materiais de profundidade, nessa perspectiva do jornalismo independente) e Amazônia Centro do Mundo (sobre o livro recém-lançado e em todos os trabalhos que a jornalista vem desenvolvendo na região nos últimos anos).

Convidados

Eliane Brum

Entrevistada

Escritora, jornalista e documentarista. Publicou oito livros no Brasil – sete de não ficção e um romance, traduzidos para diversas línguas, além de um livro em inglês. Sua última obra, “Banzeiro òkòtó, uma viagem à Amazônia Centro do Mundo” (Companhia das Letras) foi lançado em novembro. Jornalista mais premiada da história do Brasil, em 2021 recebeu o prêmio Maria Moors Cabot da Columbia University, nos Estados Unidos, pelo conjunto de sua carreira. É colunista do jornal espanhol El País, além de colaboradora de jornais e revistas estrangeiras, como The Guardian e The New York Times. Vive em Altamira, Bacia do Xingu, Amazônia.

Ana Magalhães

Entrevistadora

Coordenadora de Jornalismo na Repórter Brasil. Jornalista formada pela PUC-Minas, com pós-graduação em Jornalismo Literário e mestrado em Ciência Política pela Universidad Autónoma de Madrid. Trabalhou em jornais como Folha de S.Paulo, Agora e O Tempo, e colaborou para as revistas Trip e Época São Paulo, entre outras. Foi finalista do Prêmio Brasil Criativo pela Revista Calle2 e do 40º Prêmio Vladimir Herzog pela coordenação do Ruralômetro. Trabalha no jornalismo independente desde 2015.

Maria Fernanda Ribeiro

Entrevistadora

Maria Fernanda Ribeiro é jornalista multimídia com foco nos povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos. Documento e compartilho histórias em reportagens, crônicas e vídeos. Viajei dois anos pela floresta amazônica munida apenas da minha mochila, uma câmera e um gravador para conhecer quem são as pessoas que habitam a floresta. Rodei por oito estados (só faltou o Tocantins entre os que compõe a Amazônia Legal), de barco, de carro e de avião. Isso foi entre 2016 e 2018 e, de lá para cá, reportar as vidas, os conflitos e os movimentos que permeiam as histórias dessas pessoas é o meu caminhar como jornalista.

Patrocinadores

Apoiadores de trilhas

Skip to content