Mesa

Tornavoz: em defesa da expressão livre

Marcando o lançamento do Tornavoz, convidados apresentam depoimentos de desafios que enfrentaram ao serem processados judicialmente ou atacados fisicamente em virtude do exercício de seu trabalho jornalístico.

Tornavoz é uma associação que se propõe a garantir defesa jurídica especializada àqueles que sofrem ameaças ou processos em razão do exercício da manifestação do pensamento e da expressão. A entidade também se propõe a promover a discussão e a valorização desses direitos, por meio da participação em processos estratégicos e de ações de conscientização.

Convidados

Taís Gasparian

Mediadora

Fundadora e diretora do Tornavoz, formada em Direito pela USP e graduada pela Faculdade de Letras, Filosofia e Ciências Humanas da USP. É Mestre em Filosofia e Teoria Geral do Direito pela Faculdade de Direito pela mesma instituição de ensino. Advogada especialista na área do direito civil relacionada à mídia, à publicidade e à internet, e colaboradora da Universidade de Columbia, EUA, no Global Freedom of Expression Website.

Elvira Lobato

Elvira Lobato é mineira, graduada em jornalismo pela UFRJ. Atou como repórter na imprensa diária por 39 anos, dos quais 27 anos na Folha de S Paulo. No começo dos anos 90 , especializou-se em telecomunicações e radiodifusão. Recebeu, entre outros, o prêmio Esso de Jornalismo  e 2008 pela reportagem “Igreja Universal chega aos 30 anos com império empresarial”. Desde 2012, é jornalista freelancer e, em 2016, foi homenageada pela Abraji por sua trajetória no jornalismo investigativo. É autora dos livros Instinto de Repórter, editado pela Publifolha, e Antenas da Floresta, pela Editora Objetiva. Tem 68 anos, três filhos e três netos.

Juca Kfouri

Jornalista há 52 anos, sociólogo pela USP, colunista da Folha de S.Paulo, da rádio CBN, blogueiro no UOL e entrevistador da TVT. Dirigiu as revistas Placar e Playboy e foi colunista do jornal O Globo e do diário Lance!. 

Alex Silveira

Na fotografia desde os 18 anos, onde foi assistente de fotógrafos como Araquém Alcântara, José Maria Morgade, entre outros. Com formação em Fotografia e Cinema na SVA – School of Visual Arts, trabalhou nos Estados Unidos para o Daily News e The Rolling Stone.No Brasil, prestou serviços para a editora Abril. Em 18 de maio de 2000, enquanto cobria um protesto de professores na Avenida Paulista, pelo Jornal Agora SP, foi atingido por uma bala de borracha no olho esquerdo disparada pela PM-SP e perdeu a visão. Após o episódio, passou a direcionar o seu trabalho para fotografia de natureza e vida selvagem, na Amazônia, publicando em revistas como National Geographic, Caminhos da Terra, além de ongs como WWF, Conservation International e algumas autarquias estaduais e federais. Atualmente, se dedica a estudar Oceanologia na FURG/RS.

Patrocinadores

Skip to content