Democracia
Mesa

Big tech e o futuro do jornalismo digital

As grandes empresas de tecnologia se converteram em plataformas essenciais para o desenvolvimento e consolidação de muitas iniciativas de jornalismo digital. Hoje, a distribuição, acesso, financiamento, moderação de conteúdo são exemplos de como o jornalismo se relaciona com as plataformas. Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, Spotify, todos esses nomes são amplamente conhecidos, mas o que ainda não é tão transparente é a relação dessas Big Techs com as organizações que produzem as notícias disseminadas por elas. Qual é o papel dessas grandes corporações no trabalho exercido pelo jornalismo profissional? Como essa relação é pautada? Quais são as assimetrias? Quais as ferramentas para promover a transparência? E como garantir o equilíbrio do ecossistema de comunicação frente a tantas questões?

Convidados

Paula Miraglia – Nexo

Mediadora

Paula Miraglia é cofundadora e diretora-geral do Nexo. Cientista social e doutora em antropologia social pela USP, foi diretora de organizações não-governamentais, entre elas o International Centre for the Prevention of Crime, no Canadá. Foi consultora do Banco Mundial e do Banco Interamericano para o Desenvolvimento.

Iacy Correia

Mestre em Comunicação e Território pela Université Paul Sabatier, Toulouse, França e bacharel em Relações Públicas pela Faculdade Cásper Libero. Atualmente atua como Gerente de Comunicação e Content Manager na agência de Jornalismo Alma Preta.

Francisco Brito Cruz

É advogado, mestre e doutor pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (FDUSP). Foi pesquisador visitante no Center for Study of Law and Society, da Universidade da Califórnia — Berkeley (2013). Fundou e coordenou o Núcleo de Direito, Internet e Sociedade da Universidade de São Paulo (NDIS-USP, 2012-2014, 2016-2019). Francisco é também coautor das obras “Sobrevivendo nas redes: Guia do Cidadão” (Moderna, 2018), “Direito Eleitoral na Era Digital” (Letramento, 2019) e “A Internet no banco dos réus” (IASP, 2017), e autor do livro “Novo jogo, velhas regras” (Letramento, 2020).

Meetali Jain

Vice-diretora na Reset, iniciativa que atua na defesa do uso da internet para a democracia, realinhando o poder das grandes empresas de tecnologia. Ela tem duas décadas de experiência para a Reset como advogada, acadêmica e ativista, tanto nos Estados Unidos quanto na África do Sul. Meetali começou sua carreira jurídica após o 11 de setembro, representando indivíduos acusados ​​de terrorismo. Mais tarde, se concentrou na responsabilização de empresas por abusos de direitos humanos, facilitando o desenvolvimento da Coalizão Africana de Responsabilidade Corporativa. Também foi docente de teoria e prática do direito internacional. Mais recentemente, atuou como Diretora Jurídica e de Campanha na Avaaz, onde trabalhou para salvaguardar os direitos humanos e proteger democracias e comunidades vulneráveis ​​contra discursos de ódio e desinformação.

Anfitriãs

Patrocinadores

Apoiadores de trilhas

Skip to content